BAIRRO ZEZINHO COELHO - 300 CASAS
II Semana Municipal de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes teve extensa programação em Perdizes.
A Secretária Municipal de Assistência Social, Danielle Borges, enfatizou a importância da campanha. “A campanha tem uma importância muito grande para a sociedade. Não é um momento para comemorar, é de ir às ruas e denunciar e combater o abuso e à exploração sexual contra crianças e adolescentes”, Comentou.

O Município de Perdizes celebrou neste dia 18 de Maio o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, que tem como objetivo mobilizar, sensibilizar, informar e convocar toda a sociedade a participar da luta em defesa dos direitos sexuais de crianças e adolescentes, A data foi instituída pela Lei 9.970/2000.

Desde então, entidades ligadas à defesa dos direitos das crianças e adolescentes promovem atividades em todo o país para conscientizar a sociedade e as autoridades sobre a gravidade da violência sexual. Por isso, o município há dois anos abraçou esta causa em parceria e realiza esta mobilização com o objetivo de chamar a atenção da população para denunciar essas situações que, infelizmente, também ocorrem em nossa cidade.

Esta mobilização foi realizada pela Prefeitura de Perdizes através da Secretaria Municipal de Assistência Social, Centro de Referência a Assistência Social – CRAS, Ministério Público, Rede Socioassistencial e Câmara Municipal juntamente com o Conselho Tutelar e o Conselho Municipal de Direitos da Criança e do Adolescente e apoio da Polícia Civil e Militar de Perdizes. Durante um sema uma programação foi preparada com muito carinho para que através da mesma a conscientização da população e família fosse possível.

No dia 04 de maio aconteceu à capacitação dos profissionais da saúde na Câmara Municipal de Perdizes e no dia 14 também na Câmara Municipal foi realizada a abertura da II Semana Municipal de Combate à Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes com uma palestra abordando o tema ministrado pelo promotor de Justiça Dr. André Tuma e uma apresentação teatral de conscientização.

No evento de abertura estiveram presentes autoridades locais como O Juiz de Direito da Comarca Dr. Claudio Henrique Cardoso Brasileiro, a Promotora de Justiça da Comarca de Perdizes Dra. Bárbara Francini Prett Nunes, o Presidente da Câmara de Vereadores Lucas do Cerrado, a Secretária de Assistência Social Danielle Borges, a Presidente do COMDECAP Janete Oliveira, o Presidente do Conselho Comunitário de Segurança Pública de Perdizes Dr. Adenilton de Oliveira Sousa, o Delegado da Polícia Civil o Sr. João Henrique, estes que fizeram parte da mesa de honra, onde o Juiz de Direito, a Promotora, o Presidente da Câmara e a Presidente do COMDECAP fizeram uso da palavra apoiando e abraçando esta causa e esta campanha adotada pelo município.

Estavam presentes ainda os Secretários Municipais: Nádia Cássia, Clésio Afonso, Dr. Farley Santana e também representantes de escolas e CEMEIS do município, Conselho Tutelar de Perdizes e representantes da cidade vizinha de Pedrinópolis. Após a abertura aconteceu na UBS do bairro Divinéia um bate papo com o psicólogo Dr. Rubem.

Dando continuidade às atividades de alerta e conscientização no dia 15 de maio (terça- feira) aconteceu um bate papo itinerante no transporte coletivo de Perdizes e uma blitz educativa com a participação de alunos da Escola Estadual Padre João Balker e Virmondes Afonso. No dia 16 de maio (quarta- feira) na UBS Morada Nova mais bate papo descontraído com Dr. Rubem.

No dia 17 de maio (quinta- feira) foi realizada nas escolas estaduais para os adolescentes uma conscientização realizada pela Dra. Kátia Barbosa, Dra. Kamilla Pereira e Dra. Elisângela Miotto. No dia 18 de maio (sexta- feira) aconteceu o cinema no CRAS para os atendidos, bate papo na UBS Novo Horizonte, caminhada e blitz educativa pela cidade e também uma blitz educativa musical em frente ao Fórum, onde participaram também o Prefeito Vinícius Barreto, o Juiz da Comarca Dr. Claudio Henrique Cardoso Brasileiro, a Promotora da Comarca Dra. Bárbara Prett Nunes e a Vereadora Claudia Barreto.

No dia 22 de maio (terça- feira) aconteceu peça teatral nas escolas municipais, peça: “PIPO e FIFI” e no dia 24 de maio (sexta-feira) e último dia de programação foi realizada no CESEP de Perdizes atividade de conscientização.

A Campanha tem como símbolo uma flor, como uma lembrança dos desenhos da primeira infância, além de associar a fragilidade de uma flor com a de uma criança. Essa data representa uma conquista na luta pelos Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes em todo país e, ao mesmo tempo, representa um momento de sensibilização de toda a sociedade frente a um problema muito sério. A cada ano é registrado uma adesão maior dos municípios brasileiros nesta mobilização. O nosso município, não podia ficar de fora desse movimento nacional. Dessa forma, ressaltamos a responsabilidade do poder público e de toda a sociedade na garantia da atenção às crianças, adolescente.

A Assistência Social do Município de Perdizes, por meio da atuação em rede, trabalha a cada dia para o fortalecimento do Sistema de Garantia de Direitos preconizado pelo Estatuto da Criança e do Adolescente. Assim, aqui as mesmas registram o repúdio a todo tipo de abuso e violação de direitos contra crianças e adolescentes e convida a todos os segmentos da sociedade, aqui muito bem representados: pelas famílias, escola, sociedade civil, governo, poder judiciário, ministério público, instituições de atendimento, igrejas, meios de comunicação, poder executivo, legislativo para fazer bonito; como diz a campanha, para juntos assumir esse compromisso, reforçar a luta e colaborar para que as crianças possam ter uma infância feliz, sem medo, sem traumas, uma adolescência menos conflituosa e que possam, no futuro, tornarem-se adultos convictos e aptos a terem uma vida digna: homens e mulheres cidadãos do bem, e assim teremos uma sociedade com menos conflitos, mais harmonia e paz social.

Por que 18 de Maio?

Nesse dia, em 1973, uma menina capixaba de Vitória – ES, foi sequestrada, espancada, estuprada, drogada e assassinada numa orgia imensurável. O corpo apareceu seis dias depois desfigurado por ácido. Os agressores jamais foram punidos. O movimento em defesa dos direitos da criança e adolescente, após uma forte mobilização, conquistou a aprovação da Lei Federal 9.970/2000 que institui o 18 de maio como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes.

O dia tem como objetivo mobilizar a sociedade brasileira e convocá-la para o engajamento pelos direitos de crianças e adolescentes e na luta pelo fim da violência sexual. É um dia em que a população do Brasil deve se manifestar contra a violência sexual contra crianças e adolescentes.
25/05/2018 - ASCOM
Av. Gercino Coutinho, 20 - Centro - Perdizes/MG
CNPJ: 18.140.772/0001-94 - (34) 3663-1341
Prefeitura Municipal de Perdizes - Todos os direitos reservados - 2017